quarta-feira, 23 de março de 2011

Show ou Ministração?

Outro dia me perguntaram no twiiter sobre o que eu achava correto em relação a show e ministração, de cara ja achei que era uma "pegadinha" daquelas pra pegar a gente em contradição, e não é que eu estava certo, depois da minha resposta o mano desencadeou uma série de frases bem ao estilo religioso dos novatos do Rap Gospel, mas enfim...isso me fez parar pra pensar sério sobre um assunto muito importante pros dias de hoje...o que é certo pra vc em se tratando de musica? show ou ministração?...Veja aqui uma definição interessante e bem oportuna que achei para a palavra Musica: Do termo grego musiké téchne, a arte das musas, é uma forma de ARTE que constitui basicamente em combinar sons e silencio seguindo ou não, uma pré-organização ao longo do tempo. E considerada por diversos autores uma prática cultural e humana e tambem uma forma de ARTE, partindo desse princípio vemos que Musica é ARTE, e ARTE HUMANA.
Mas algumas pessoas na igreja evangélica ainda tem um certo pré-conceito em relação as ARTES MUSICAIS quando classificam isso como uma forma de atrair o pecado. Quando alguem pergunta a diferença entre ministração e show podemos afirmar que são duas coisas diferentes mas que tambem podem levar ao mesmo objetivo quando se trata de Musica Gospel, já que toda ela se propõe a levar a mesma menssagem que é o Evangelho do Reino. Mas infelismente algumas pessoas preconceituosas acham que não se pode fazer show com a Musica Gospel porque isso talvez seria um "pecado", ora vamos aos exemplos que temos ao redor do mundo em relação a isso como por ex. a premiação Norte-Americana chamada Dove awards que consiste como se fosse um "Grammy" da Musica Gospel, la os artistas Cristãos são reconhecidos e premiados de acordo com seu esforço e talento musical não como uma competição mas como uma Celebração aonde o show é algo muito comum para divulgar suas performances no palco. Vemos que por muitos anos no Brasil e no mundo varios Musicos Cristãos sonhavam em um dia fazer um show tão grande e maravilhoso quanto os artistas seculares tambem faziam e isso não é pecado porque sabemos que o objetivo maior da Musica Gospel sempre será exaltar e celebrar o nome de Jesus. Em todo o mundo vemos artistas Gospel consagrados fazendo tanto Show como ministrações dependendo da acasião e o lugar, me lembro que quando nosso amado Kirk Franklim deu as caras por aqui a primeira vez e muitos de nós nos maravilhamos com o Show do Credicard Hall onde tambem aconteceu uma ministração poderosa...seria isso um ato de pecado da parte do Kirk ja que aquilo era tambem um Show? ou pelo fato de ele ser famoso e americano alguns de nós não ligamos pra isso?...Show pode salvar e falar do amor de Deus tanto quanto uma ministração ou até mesmo pode acontecer as duas coisas simultaneamente...o fato é que hoje em dia seja por ignorancia ou por farizaismo mesmo varios "crentes" apelam para o julgamento quando o assunto é Musica Gospel e Show...eu me lembro que no dia que me converti na igreja Renascer em Cristo em 1992 o que eu vi e ouvi mais parecia um show do que uma ministração e o fruto daquele dia sou eu salvo e lavado no sangue de Jesus, ou seja é possivel haver Show e ministração e Deus atuar em todas essas situações?...o que vc acha caro leitor? voce conheçe alguem que foi salvo em um show ou numa ministração?...ou voce acha que é pecado usar a musica em show e que Deus só fala se for ministração?...será que quando chegarmos no céu não vamos presenciar o maior de todos os shows musicais em matéria de louvor e adoração?...ou nosso Deus é muito careta pra isso?...o Evangelho evoluiu muito todos esses anos e hoje conseguimos louvar a Deus com qualidade a ponto de fazermos disso um show e isso deveria ser motivo de orgulho e não de julgamento religioso...ministrações ocorrem quando alguem é usado por Deus seja pregando ou cantando e em nenhuma dessas ocasiões o show tem que parar, pelo contrario, o maior show de todos tem que ser o nosso louvor sincero e verdadeiro que atrai a presença de Deus seja numa simples igrejinha da periferia ou em um majestoso ginasio com produção de primeiro mundo...em todas essas coisas o objetivo é o mesmo e Deus atua do mesmo jeito...vamos parar de religiosidade e viver a liberdade do Espírito Santo de Deus que salva, cura, liberta e transforma seja num Show ou numa Ministração...pa
z.

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Novatos e Fariseus.


Ja faz um tempo que estou pra escrever sobre isso mas confesso que ultimamente esse asunto tem rendido muito o que pensar, então vamo la: Todo mundo sabe que o Rap Gospel ja faz bem uns 18 anos que se iniciou no cenario, antes disso havia banda de Rock, Black, Samba, etc...mas o Rap não havia aparecido no cenário ainda isso la pros anos 92, 93 e 94, curiosamente nesse mesmo ano eu me converti e começei a tentar introduzir esse ritmo nas igrejas, caminho dificil e árduo se levar em conta as inumeras veses q fui humilhado e cobrado por lideres e pastores que não aceitavam tal ritmo e diziam que aquilo ia afastar a juventude de Deus...ouvi varios absurdos e fui julgado e condenado inumeras veses por tentar levar a palavra de Deus atravéz do Rap...como eu disse o começo foi dificil mas valeu a pena, o resto da história vcs ja conhecem, Dj Alpiste hoje tem um ministério reconhecido por todo Brasil e tambem fora dele pra Honrra e Glória de Jesus com toda a certeza, muito do meu sucesso é fruto do meu trabalho na obra de Deus e do meu comprometimento com a evangelização atravez do Rap e tambem as bençãos de Deus que me acompanham até hoje e por isso sou grato.
Mas se for fazer uma reflexão do que começou a 18 ou 19 anos atraz o que se ve hoje da pra ficar no minimo decepcionado, vou explicar o porque...Hoje em dia é muito comum encontrar muitos grupos de Rap Gospel espalhados pelo Brasil inteiro graças a influencia que o trabalho de quem chegou primeiro fez pra que isso fosse possivel, mas tambem a grande maioria desses "manos" ou por ingenuidade ou por falta de experiencia ou pelos dois esses novos "manos" do Rap Gospel tomaram a forma de perseguidores defendendo uma doutrina que a muito tempo atraz se pareceria a dos mesmos opositores do movimento quando ele teve inicio, ou seja, eles pregam coisas absurdas em termos de santidade como o fato de se cobrar ou não para se cantar Rap Gospel num evento, participações de pessoas não crentes em Rap Gospel pra eles tambem é algo inaceitavel, falam mal de quem ja chegou onde eles ainda não chegaram, debocham do tempo de carreira de outros irmãos, colocam suas musicas para download na internet condenando assim quem grava cd e vende, são totalmente contra a fama e por isso o Rap Gospel corre o risco de ficar no anonimato se depender deles, e até musica falando de outras pessoas com teor preconceituoso ja fizeram, como eles conseguem divulgar esse tipo de ideologia voce deve estar se perguntando, pois bem, é simples...devido a qualidade duvidosa de suas letras e musicas eles se aliam a outros Mcs de menos notoriedade mas que na opinião deles são os verdadeiros "Reis do Rap Gospel" e com isso se opoen aos poucos que de verdade estão muito mais em evidencia devido ao merecido reconhecimento de uma caminhada de sucesso porque se tentassem se aproximar deles (ou de mim no caso) logico que seriam ignorados ja que seu objetivo é apenas de aparecer as custas do talento alheio...não estou aqui fazendo uma generalização do nova escola mas colocando em xeque algumas atitudes lamentaveis que tenho observado nas ultimas semanas, esse sentimento de revanchismo adotado por eles traz a tona uma abordagem muito parecida com a que Jesus sofria pelos Fariseus da época que eram pessoas dadas exclusivamente a tentar pegar o Mestre em contradição atravez de seus conceitos religiosos fundamentalistas...o mais triste de tudo isso é ver que quem poderia somar se transforma em agente de divisão e contenda...querem saber se é certo cobrar pra cantar? vamo la, quando eu me converti a 19 anos atraz eu travalhava e tinha registro em carteira, mas devido ao meu envolvimento com a obra de Deus meu tempo foi se resumindo apenas aos evangelismos e convites de igrejas para pregar a palavra e como consequencia disso o emprego foi pro espaço...justo receber da igreja o sustento devido ao tempo empregado na obra (pastores fazem isso), quando alguem me liga dizendo q vai fazer um evento e vai cobrar ingresso então com certeza eu quero a minha parte disso, e quando alguem me liga me convidando para fazer um evangelismo numa favela ou na rua ou num presidio etc...com certeza vou sem cobrar nada e por amor as vidas, respondido sua pergunta fariseu? sua musica tem que ser de graça tambem? na minha opinião só se for muito ruim porque aee é sinal que nem que voce cobre 1 real não vai achar ninguem pra pagar por isso, então é melhor voce por pra download mesmo (lembrando que o download ilegal sem a autorização do artista é crime previsto em lei), esses "manos" que chegaram agora pegaram o bolo feito e querem só comer o seu pedaço, e não reconhecem quem chegou primeiro e colocou a "mão na massa", sem falar na competição que eles tanto amam quando lançam alguma coisa que eles acham que é melhor q outro...quanta bobagem e quanta falta de informação...é lamentavel ver que esses "manos" nunca vão chegar em lugar nenhum com essa postura deprimente digna de um Fariseu com todos os méritos.
Peguei pesado? acho que não...ja estive no fundo do poço mas de onde eu to agora só consigo olhar pra baixo.

quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

Adeus 2010...mas o Rap Não para.

Chegamos ao fim de mais um ano e como sempre muitas coisas boas e ruims aconteceram no Rap nacional, mas não se preocupem q este post não é sobre nenhuma "retrospectiva" pq não curto muito isso, mas muita gente tem me perguntado sobre minhas preferencias musicais durante o ano, então resolvi fazer alguns Top 10 q eu acho relevantes tanto no Rap Gospel como no secular, mas sem usar critérios de lançamento de cd e sim meu gosto pessoal e o conjunto da obra q eu acho muito importante, então ai vai o meu Top 10 pra quem a muito me pedia...

Top 10 Rap Gospel

1- Provébio X

2- Dj Alpiste

3- Mano Reco

4- Apc 16

5- Fex Bandollero

6- Eazy Kaos

7- Lito Atalaia

8- L-ton (R.E.P.)

9- Pregador Luo
10- Marcio Attack Versos

Top 10 os maiores Mcs de todos os tempos

1- Mano Brown

2- Edi Rock

3- Sabotage

4- GOG

5- Cabal

6- Dj Alpiste

7- MV Bill

8- Xis

9- Thaide

10- Helião


Sei que muita gente vai discordar dessa lista, mas cada um tem sua preferência e o mais importante é saber respeitar a opinião dos outros.

É claro que se minha lista fosse de 20 nomes e não de 10 com certeza seria mais facil escolher porque ainda tem muita gente boa que poderia estar ai...quem sabe numa outra oportunidade eu faça uma lista maior...fiquem com Deus e Feliz 2011 na paz do Senhor.

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

A Verdade dói mas liberta


Pensei muito antes de escrever este post por se tratar de um assunto polemico no Rap Nacional mas depois de ouvir ambas as partes em questão e muitos veiculos de comunicação especializados e de até receber um email de um dos "Artistas" em questão resolvi dar a minha opinião pessoal ja que muitos amigos e fans tem me abordado sobre esse assunto que é a DISS que o CABAL fez para o EMICIDA...pra quem não sabe "DISS" em ingles e no Hip-Hop é um termo usado para responder ou apenas afrontar um rival no Rap atravez de rimas e musicas, ou seja, mais ou menos a mesma coisa q se faz nas "Batalhas de MC's" onde cada competidor usa de rimas improvisadas para atacar seu adversario, isso até q é bem aceito e em muitos casos soa até divertido em varias competições q se propagam aos montes no YouTube e por sinal foi dessa maneira q o Emicida ficou conhecido a alguns anos atraz, devido ao seu talento na arte da improvisação. Por causa dessas "Batalhas" varios oponentes e desafetos criaram uma "Rixa" pessoal no decorrer de suas carreiras e com certeza o Rapper CABAL foi sem duvida nenhuma o mais criticado e atacado pela maioria dos rimadores e improvisadores de plantão, talvez porque ele ainda cause uma certa resistencia por parte de alguns Rappers da nova geração...recentemente o mesmo CABAL depois de ser muito criticado pelo Emicida em varias musicas e Batalhas de freestyle tbm decidiu por um fim pacifico na "Treta" convidando o Emicida para um show beneficiente em prol do Hip-Hop, convite esse q foi recusado pelo Emicida, e logo depois CABAL lançou na internet uma "DISS" q na opinião dele desmascara o Emicida...Demorou mais algumas pessoas começaram a se pronunciar contra e a favor do CABAL, até aee tudo bem se não fosse o fato de q alguns perderam a linha e levaram a coisa para o lado RACIAL dizendo q isso era uma briga de raças e pelo Emicida ser negro o Rap tinha q ser representado por ele e não pelo CABAL q para eles é apenas mais um "Playboy"...Ora, com isso vem toda minha indignação q não apenas por ser amigo pessoal do CABAL acho um absurdo q no Rap se tenha esse tipo de preconceito de cor de pele só pelo fato do CABAL ser branco, o Rap q passou a vida toda pregando igualdade e respeito e se dizendo anti-racista agora comete o erro de julgar uma situação levada ao extremo da intolerancia racial, é realmente o maior absurdo da história do Rap Nacional, e aqueles q dizem q o CABAL prestou um deserviço ao Rap quando ofendeu o Emicida numa musica são os mesmo q aplaudem os Mc's quando esses estão no palco travando uma BATALHA DE FREESTYLE onde tudo é permitido inclusive xingamentos e desrespeitos na hora do improviso, ja reparou q a galera adora quando alguem é tirado na "Batalha"?...peraeee, quer dizer q la pode? e fazer uma musica dizendo as mesmas coisas não pode? qual é a diferença? onde esta a coerencia nisso? como q alguem pode se sentir ofendido por uma musica quando esta pessoa passou a vida toda tirando os outros em seus "freestyles e improvisos"? e oq falar dos q tomam partido pela raça e não pela musica?...Eu fui procurado para a minha surpresa por email pelo Emicida q se sentiu ofendido com um comentario meu sobre o assunto, e fiquei pensando pq cargas dagua recebi esse email de uma pessoa tão importante?...não tive duvidas e liguei para ele tentando saber o motivo, só q logo percebi o quanto a "Fama" fez mal pro "Dono da Rua" assim q ele numa atitude arrogante desligou na minha cara me fazendo crer q o CABAL tava certo...Postura, credibilidade, verdade e sinceridade devem fazer parte de qualquer ser humano principalmente quando ele é um artista formador de opinião, mas talvez pela pouca idade e inexperiencia algumas atitudes ainda fazem parte de certos "Icones" do Rap...Não estou defendendo nem um nem outro mas tenho a minha opinião e não tenho problema algum de mostra-la mesmo todos sabendo q sou amigo do CABAL, o unico deserviço para o Rap foi a atitude racista daqueles q se dizem os donos da Rua, é lamentavel q o Rap tenha regredido a esse ponto e muito pior sabermos q vamos passar algum tempo ouvindo falsos MCs querendo nos mostrar uma Rua suja e abandonada pelos própios egos q só pensam em como fazer pra conseguir oq se quer a qualquer custo e como diz meu mano CABAL: "É facil falar q não se vende quando nimguem quer te comprar"...Paz.

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Testemunho no Rap Gospel (alguns nunca teram)





Esses ultimos dias tem sido de muita alegria pq tenho recebido inumeros testemunhos de pessoas que foram impactadas atraves da minha musica e chega até a ser meio engraçado falar disso ja que uns dias atraz quando eu aguardava o lançamento do meu mais novo cd cheguei a ficar meio desanimado em virtude de algumas pessoas tentarem me menosprezar e denegrir minha carreira com comentarios de mau gosto pra não dizer sem sentido...novamente me deparo com musicos de Hip-Hop novatos totalmente inexperientes e sem nenhum conhecimento da palavra de Deus, anciosos por uma competição e por querer a todo custo provar que são melhores que outros escolhendo a minha pessoa como alvo de criticas desrespeitosas e de muito baixo nivel...isso seria até normal se não viesse dos chamados "irmãos em cristo" que ainda veem o Rap Gospel como um lugar de competição e medidor de talento...essas pessoas não estão nem aee pro fruto que uma musica pode dar, nem tão pouco se preocupam com as vidas que precisam ser salvas, eles só querem analisar "Flow", "Técnica", "Métrica", "Levada", "Estilo", Beat e etc...e comparar com aquilo que eles acham que é Top na concepção deles, é tipo assim: Voce faz sucesso mas vc não presta pra eles, vc lota eventos mas pra eles vc é muito ruim, sua musica toca no Brasil inteiro mas é uma porcaria, ou seja: ta todomundo mundo loco e eles é que tão certos...da até vontade de rir,...essa "turminha do underground" acha que eles que inventaram o Rap Gospel, são arrogantes e prepotentes ao extremo, não tem vida com Deus e só querem saber de criticar pra poder aparecer, tipo...querem poder falar pra todomundo que debateram com A ou B na internet...o negócio deles é falar mal e pronto, afinal o anonimato e a distancia da uma sensação de impunidade, o que eles não sabem é que a despeito de tudo isso Deus continua se importando com as vidas que precisam ser salvas, Deus continua honrrando a quem Ele quer e não a quem eles querem, Deus continua dando as cartas no Rap Gospel pra revolta total da "turminha do underground"...Deus continua no controle da obra e não eles...e esse mesmo Deus tem honrrado a minha vida com inumeros testemunhos de pessoas que foram transformadas atravez do meu Rap que é feito pra honrra e glória Dele e não minha, mas a famosa "turminha" do Rap não liga pra isso, ainda bem que eles são a minoria e nem sabem, poderiam até ter um lugar de destaque mas seguindo essa postura vai ser dificil chegar la porque na musica Gospel e não só no Rap Gospel pra Deus não existe essa tal competição que eles querem, pra Deus o que continua realmente importando é seu compromisso e seus frutos...Pessoas são mais importantes do que coisas, a obra de Deus é mais importante do que egos ou opiniões e isso eles ainda não aprenderam, mas é tudo muleke novo...um dia eles aprendem, enquanto isso..."deixa os paga pau batendo palma no bumbo" como diria aquele Rap do tal...DJ ALPISTE.

domingo, 5 de setembro de 2010

Evolução no Rap Gospel

Uns dias atras eu tava ouvindo um cd de um dos melhores grupos de Rap Gospel da atualidade e por se tratar de um lançamento criei uma grande expectativa em relação as musicas ja que são meus amigos de longa data, com o passar das faixas na medida que eu ia ouvindo o cd reparei que apesar das letras serem muito boas as musicas estavam muito pra baixo, uma a uma o cd inteiro ficou meio lento demais, a cada som que eu ouvia achava que a próxima faixa ia vir aquela batida dançante e pesada que eu tanto sentia falta, o problema é que o cd acabou e nada...não ouvi o que eu queria e confesso que fiquei desapontado, afinal gostei muito das letras mas faltou algo que me empolgasse de verdade, faltou aquele som que levanta a galera no show...falar disso parece até uma crítica ja que eu tambem estou lançando um cd novo e posso ser alvo das mesmas expectativas por parte do publico e ouve e consome o Hip-Hop Gospel...o fato é que quem é do Rap com certeza gosta de boas letras mas nem sempre se apega a um som pesado e dançante capaz de levantar a galera no show, poucos grupos e artistas de Rap se preocupam em sacudir o publico quando estão no palco, isso é muito ruim tanto para quem canta (porque sua performance fica monótona e parada), quanto para quem ve o show (Porque o publico tambem fica parado e quase dorme com tanta musica devagar), eu diria que a evolução do Rap tem que passar por uma mudança radical na cabeça dos MC's que fazem musica para si própios para que assim possam fazer para o público e tornar sua apresentação mais empolgante. Hip-Hop pra dançar e sacudir sempre fizeram parte do meu repertório ja que eu começei minha carreira como DJ de festa, sendo assim a sensibilidade musical para um show ganha mais notoriedade no meu caso, coisa que ja me rendeu muitas críticas por parte de alguns grupos de Rap Gospel que acham que meu Rap é comercial demais, ou Pop como eles dizem...Evolução musical no Rap é inevitavel e quem não se adiantar vai ficar pra traz, meu filho de 14 anos não ouve o que eu ouvia a 10 anos atraz, ele ouve musica pra cima, som pesado pra dançar e sacudir, nada de Gangsta Rap moleza que da sono, reparei isso quando eu estava produzindo o meu própio cd que a cada som eu chamava ele pra ouvir e pedia sua opinião, isso ajudou muito a eu ter um ponto de partida pra mudar meu estilo de som nesse novo cd...coisas do tipo: "esse som é legal pai mas ta muito antigo" me fizeram mudar toda concepção musical na hora de fazer musica, e quando eu acertava no beat ele abria um sorriso que me deixava satisfeito e confiante no que eu estava fazendo, foi muito bom poder contar com essa segunda opinião vinda de um adolecente que só ouve a musica que se faz hoje em dia e não aquilo que eu ouvia a 10 ou 15 anos atraz, a evolução chegou pra ficar e quem quiser seguir em frente que arrume um filho de 14 anos ou se ligue no som de agora, porque o futuro quem faz somos nós.

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Falador passa mal rapaz.

Ja dizia aquele samba do Originais: Falador passa mal rapaz, é impressionante como cada dia mais aumenta o numero de pessoas que gostam de se promover as custas de fuxicos, fofocas, disse me disse, calunias e mentiras contra aqueles que alcançaram o sucesso de maneira justa e merecida...no caso do meio evangelico então a coisa toma uma proporção absurda ja que lideres, musicos e celebridades são constantemente alvo preferido desses anonimos frustrados que se dizem "irmãos"...é lamentavel ver que na grande maioria são pessoas que ainda almejam chegar em algum lugar de destaque, não pelo talento e competencia mas falando mal de quem ja chegou la...ja escrevi um post anterior falando de inveja e sucesso mas não é esse o caso aqui, no momento vejo que alem de mim mais pessoas são atacadas diariamente na internet por irresponssáveis que sem motivo aparente algum te desrespeitam chegando a tirar do sério algumas veses, e qual é o intuito disso afinal?...recentemente descobri que um deles após debater horas comigo no twitter e no msn, no dia seguinte tava se vangloriando de ter me xingado pros amiguinhos dele...lamentavel né...acontece que pela pouca idade do sujeito (24 anos) deu pra perceber o quanto falar mal de mim ajudava ele a aparecer, coisa triste se formos pensar que o fato acorreu com um filho de pastor que no minimo deveria ser mais sensato antes de ofender e desrespeitar as pessoas, e tudo se deu pelo simples fato de que eu numas das minhas no twitter falei sobre meu próximo cd o que deixou nosso "amigo" bastante revoltado ja que ele é fan de um outro segmento do Rap Gospel, sem falar num outro rapper desconhecido que tambem tentou aparecer as minhas custas falando coisas de mim que nunca teve a coragem de falar pessoalmente...olha só como a internet muda as pessoas...tambem nesse caso tive a infeliz surpresa de ver pessoas que eu sempre considerei como amigos falarem mal de mim no twitter pra meu espanto e decepção. Realmente as redes sociais estão revelando coisas antes nunca previstas pela mente humana, mas uma coisa é certa o erro está em responder esses infelizes e pobres de espiritos porque tudo que eles querem é aparecer as nossas custas, o duro é ver que quando eles não tem mais argumentos começam a falar de seus lideres e pastores, no meu caso o Apóstolo Estevam e a Bispa Sonia...aee a baixaria não tem limites pra eles que não contentes em falar bobagem pra mim tentam me atingir falando dos meus lideres que são pessoas ungidas por Deus, isso vindo de um filho de pastor é praticamente inaceitavel e pra falar a verdade passivel de uma boa surra se fosse alguns anos atras, o certo é que o respeito não existe mais, o temor a Deus muito menos, e a certeza de impunidade plolifera ainda mais essa pratica imoral dentro da rede...orar pelos inimigos nunca foi tão proeminente e nescessario como hoje em dia...que Deus tenha misericordia dessas almas perdidas.

domingo, 8 de agosto de 2010

A corrida desenfreda e sem propósito para uma auto-afirmação fora da Palavra.

É impressionante o que certas pessoas fazem pra chamar atenção de uma maneira vulgar e errada aos olhos de Deus. É muito facil ver no Orkut e agora tbm no Twitter fotos no perfil de pessoas na maioria homems sem camisa de frente pro espelho pra mostrar o corpinho sarado, nada de mais se não estivessemos falando de "servos de Deus" (sera?), o que me impressiona nisso tudo é q esse tipo de pessoa precisa chamar a atenção para si induzindo a sedução na cabeça de outras, ou numa tentaviva medíocre de ser notado através do corpo como se a mente e o intelecto dele fosse do tamanho de uma noz...não meus amigos, isso não é exagero nenhum porque esses menudos da internet querem mesmo é provocar o pensamento sexual das meninas quando tiram esse tipo de foto...chega a ser ofensivo e vulgar quando me deparo com alguem assim no Twitter ou no Orkut, me sinto mesmo ofendido por essas fotos de mau gosto total...é impossivel de acreditar q tenha alguem q goste mesmo de ver esse tipo de foto no perfil, só mesmo na cabeçinha infantil e histérica de meninas desequilibradas sexualmente pra admirar esse tipo de atitude sem nexo e ridicula...o fato é que Deus ficou de fora desse tipo de escolha pq quando eu decido q vou tirar uma foto sensual ou mostrando partes do meu corpo q vão provocar o pensamento sexual em outras pessoas, estou deixando Deus totalmente fora dessa minha escolha e determinando uma brecha para que o diabo entre na minha vida e dirija tudo de uma maneira sensual e agressiva para q eu consiga uma auto-afirmação atraves do pensamento sexual e da sedução coletiva que me levara a pensar q estou sendo desejado por alguem por causa da foto q tirei sem camisa na frente do espelho...pura bobagem e engano que só faz a pessoa se afundar cada vez mais no pecado e se distanciar totalmente da presença de Deus...o pior é q certas pessoas se dizem "servos" e "crentes"...é o fim do mundo mesmo.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

A trajetória de uma caminhada invencível.

Esses dias atraz eu tava na rua quando passou um carro com um mano ouvindo meu som alto pra caramba, fazia tempo q eu não me deparava com uma situação dessas e confesso q pensei em varias fitas na hora...a senssação de estar sendo ouvido por alguem numa musica é algo quase indescritível pq vai muito da luta q cada um passou pra conseguir um dia poder ouvir isso como eu...na hora lembrei do dia q escrevi aquela letra q o mano tava ouvindo no radio do carro...a musica era "Amigos" do meu primeiro cd e como num filme passou na minha mente o dia q eu peguei um papel e uma caneta num dia de chuva la em Pirituba ouvindo "you know how we do it" do Ice Cube e começei a escrever a segunda letra de Rap da minha vida (a primeira foi "Ser ou não ser"), tudo isso bem antes de conheçer a Banda Kadoshi e até mesmo de gravar meu primeiro cd solo, naquele dia observei como a letra da musica em inglês se encaixava na métrica da batida e fui estudando compasso por compasso para ter uma noção de como minha rima ia ficar, e em poucas horas eu ja estava ensaiando os primeiros versos...lembrei tbm do começo difícil sem oportunidades e uma vontade muito grande de servir a Deus, o primeiro amor como chamamos dentro da igreja, coisa boa demais quando se tem a vida transformada pelo poder de Deus...lembrei que todos os meus cds até hoje carregam um peso de testemunho na vida de todos que um dia ja ouviram um Rap meu, e de como Deus tem abençoado a vida das pessoas atravez dessa obra...lembrei tbm das persseguições e das tentativas de parar minha carreira q algumas pessoas usadas pelo inimigo tentaram fazer...lembrei de como fiquei feliz quando pela primeira vez ouvi minha musica tocando numa radio gospel...lembrei de quantas veses acordei de madrugada para orar e pedir a Deus q abençoasse meu projeto...lembrei de varios irmãos q profetizaram na minha vida tudo o q Deus viria a fazer comigo...lembrei de como fui humilhado por pessoas q não entendiam o verdadeiro propósito de se fazer um Rap pra Jesus...lembrei de todas as veses que pensei em desistir mas fui impedido por gostar muito do q faço e por amar a Jesus acima da minha própia vida...lembrei q estamos em 2010 e minha musica ainda toca no radio e na vida das pessoas fazendo aquilo pra qual fui chamado para fazer...anunciar as boas novas do Reino de Deus.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Retificando o post sobre o evento de Poá.

Meu post sobre o ocorrido na Marcha de Poá foi considerado ofensivo por algumas pessoas e como a minha intenção não foi prejudicar nimguem nem julgar fatos que ficaram sem explicação, para não ser injusto com os envolvidos resolvi tirar o post do ar em beneficio de todos e tambem da obra de Deus. Infelismente não pude saber com detalhes o porque tudo aconteceu e como não sou o dono da verdade acho melhor reconsiderar minha opinião para não cometer nenhuma injustiça com quem quer que seja...que Deus abençoe a todos.