domingo, 9 de maio de 2010

O Evangelho do Hip-Hop segundo Dj Alpiste

Parece que foi ontem que o fenomeno chamado HIP-HOP completou 35 anos de idade vindo da Big Aplee chamada New York City. Em 12 de novembro de 1974 o lendario Afrika Bambata fundou a Zulu Nation organização criada para disseminar o movimento cultural mais influente no mundo até hoje, junto com o Dj Jamaicano Kool Herc que em meados dos anos 60 veio da famosa ilha do Reggae empolgado com a nova onda que os Djs de la faziam com seus BoomBox montados em cima de carros de soms falando e rimando em cima das musicas como perfeitos Mestres de Cerimonias agitando a galera que gostava de dançar nas noites jamaicanas. Kool Herc chegou a New York pronto pra fazer história e investir num novo meio de entretenimento musical que nem mesmo ele sabia como ia ser recebido, o primeiro passo foi contratar um Dj capaz de receber a ideia e desenvolver na pratica a nova onda musical, e esse Dj era outra lenda do Hip-Hop chamado GrandMaster Flash, essa parceria rendeu grandes festas promovidas no famoso bairro do Bronx onde tudo começou...paralelamente Bambatta reunia as gangs de rua para praticar outro quesito lendario no movimento chamado de Break Dance onde varios passos acrobaticos se misturavam a movimentos robóticos quase indescritiveis ao som de muito Funky Music onde os MC's rimavam palavras de ordem pra animar a galera, essa mistura de rimas com funky music seria batizada de Rap em pouco tempo, e o termo MC veio dos antigos bailes de Rock onde os negros americanos dançavam e eram animados por um dos musicos das Big Bands ao microfone conhecido por Mestre de Cerimonia...ja o termo DJ foi agregado vindo das radios FMs onde os locutores eram conhecidos como Disc-Jockeys (DJ). Outro elemento que seria agregado e muito respeitado até hoje foi o Grafite, arte revolucionaria que pintava os trens e os muros de New York colorindo e protestando contra a exclusão social dos jovens Afros-americanos. A primeira gravação oficial de um Rap (oficial pq nesses tempos varias bandas de Funk ja se utilizavam do Rap em suas musicas como o caso do Chic, Gap Band, e outros) foi Rappers Delite com o SugarHill Gang, fato que rendeu muita polemica por ser feito com o sampler de um sucesso da banda Chic: Good Times...ja o primeiro artista de Rap a gravar por uma grande gravadora foi Kurtis Blow conhecido como "The King of Rap"...moda, atitude, estilo, dialetos e até um som revolucionario fazem parte dessa Cultura de Rua que ganhou o mundo e influenciou gerações nesses mais de 35 anos. Coisa que não se deve confundir de maneira nenhuma é o fato que Rap é a musica e Hip-Hop é o movimento o qual o Rap faz parte junto com o MC o DJ o Break e o Grafite...4 elementos de uma cultura que se transformou em estilo de vida. O termo Hip-Hop foi dado por Afrika Bambata lembrando o ruido que o DJ fazia com os Scratchs...o que começou como forma de entretenimento virou protesto na voz e no som de GrandMaster Flash and the Furious 5 no hit "The Message" que virou hino do Rap consciente dando outro rumo para a musica que vinha do gueto, Samplers e produções caseiras viraram Hits pelo mundo todo e venderam milhões de cópias transformando o Hip-Hop no maior fenomeno musical de todos os tempos.

4 comentários:

  1. Hip Hop é um dos sons mais envolventes, e nós cristão ainda podemos usa- lo com letras para conversão, com inspiração do Senhor!
    Muitas vezes sou criticada por gostar deste estilo mais ele tem sido instrumento na minha vida para salvação de almas!

    Parabéns Alpiste pelo post, gostei mto...
    Deus te abençoe, te acompanho desde de 94 abraço!

    ResponderExcluir
  2. Eu amo d+ a cultura hip hop, em paticular cultura hip hop gospel.

    O rap envolve, seduz, emociona... o Brake é sem comparação, uma dança empolgante... o graffiti é uma arte totalmente expontânea e revela verdadeiros artistas nas cidades... o DJ é o DJ, sem comentários - da mesma forma o MC.

    Então, hip hop não é uma cultura é um universo!

    Glória a Deus que TODO esse universo tem sido usado para glória do nome dele, ainda que existem aqueles que usam p/ coisas erradas, mas existem os justos.

    Viva o Hip Hop!!!

    ResponderExcluir
  3. Uma pilula de conhecimento...uma dose de saber sobre o que é o HH. O Hip hop é a ferramenta que fomos designados a usar para levar a palavra do Senhor...vai segurando

    Abração DJ tamu juntão
    Cezinha Cruzz

    ResponderExcluir
  4. ve que da entra no rap quero te conhecer um dia vai sabe deus que sabe do meu futuro ja determine abril um show teu em guarapuava

    ResponderExcluir