quarta-feira, 23 de março de 2011

Show ou Ministração?

Outro dia me perguntaram no twiiter sobre o que eu achava correto em relação a show e ministração, de cara ja achei que era uma "pegadinha" daquelas pra pegar a gente em contradição, e não é que eu estava certo, depois da minha resposta o mano desencadeou uma série de frases bem ao estilo religioso dos novatos do Rap Gospel, mas enfim...isso me fez parar pra pensar sério sobre um assunto muito importante pros dias de hoje...o que é certo pra vc em se tratando de musica? show ou ministração?...Veja aqui uma definição interessante e bem oportuna que achei para a palavra Musica: Do termo grego musiké téchne, a arte das musas, é uma forma de ARTE que constitui basicamente em combinar sons e silencio seguindo ou não, uma pré-organização ao longo do tempo. E considerada por diversos autores uma prática cultural e humana e tambem uma forma de ARTE, partindo desse princípio vemos que Musica é ARTE, e ARTE HUMANA.
Mas algumas pessoas na igreja evangélica ainda tem um certo pré-conceito em relação as ARTES MUSICAIS quando classificam isso como uma forma de atrair o pecado. Quando alguem pergunta a diferença entre ministração e show podemos afirmar que são duas coisas diferentes mas que tambem podem levar ao mesmo objetivo quando se trata de Musica Gospel, já que toda ela se propõe a levar a mesma menssagem que é o Evangelho do Reino. Mas infelismente algumas pessoas preconceituosas acham que não se pode fazer show com a Musica Gospel porque isso talvez seria um "pecado", ora vamos aos exemplos que temos ao redor do mundo em relação a isso como por ex. a premiação Norte-Americana chamada Dove awards que consiste como se fosse um "Grammy" da Musica Gospel, la os artistas Cristãos são reconhecidos e premiados de acordo com seu esforço e talento musical não como uma competição mas como uma Celebração aonde o show é algo muito comum para divulgar suas performances no palco. Vemos que por muitos anos no Brasil e no mundo varios Musicos Cristãos sonhavam em um dia fazer um show tão grande e maravilhoso quanto os artistas seculares tambem faziam e isso não é pecado porque sabemos que o objetivo maior da Musica Gospel sempre será exaltar e celebrar o nome de Jesus. Em todo o mundo vemos artistas Gospel consagrados fazendo tanto Show como ministrações dependendo da acasião e o lugar, me lembro que quando nosso amado Kirk Franklim deu as caras por aqui a primeira vez e muitos de nós nos maravilhamos com o Show do Credicard Hall onde tambem aconteceu uma ministração poderosa...seria isso um ato de pecado da parte do Kirk ja que aquilo era tambem um Show? ou pelo fato de ele ser famoso e americano alguns de nós não ligamos pra isso?...Show pode salvar e falar do amor de Deus tanto quanto uma ministração ou até mesmo pode acontecer as duas coisas simultaneamente...o fato é que hoje em dia seja por ignorancia ou por farizaismo mesmo varios "crentes" apelam para o julgamento quando o assunto é Musica Gospel e Show...eu me lembro que no dia que me converti na igreja Renascer em Cristo em 1992 o que eu vi e ouvi mais parecia um show do que uma ministração e o fruto daquele dia sou eu salvo e lavado no sangue de Jesus, ou seja é possivel haver Show e ministração e Deus atuar em todas essas situações?...o que vc acha caro leitor? voce conheçe alguem que foi salvo em um show ou numa ministração?...ou voce acha que é pecado usar a musica em show e que Deus só fala se for ministração?...será que quando chegarmos no céu não vamos presenciar o maior de todos os shows musicais em matéria de louvor e adoração?...ou nosso Deus é muito careta pra isso?...o Evangelho evoluiu muito todos esses anos e hoje conseguimos louvar a Deus com qualidade a ponto de fazermos disso um show e isso deveria ser motivo de orgulho e não de julgamento religioso...ministrações ocorrem quando alguem é usado por Deus seja pregando ou cantando e em nenhuma dessas ocasiões o show tem que parar, pelo contrario, o maior show de todos tem que ser o nosso louvor sincero e verdadeiro que atrai a presença de Deus seja numa simples igrejinha da periferia ou em um majestoso ginasio com produção de primeiro mundo...em todas essas coisas o objetivo é o mesmo e Deus atua do mesmo jeito...vamos parar de religiosidade e viver a liberdade do Espírito Santo de Deus que salva, cura, liberta e transforma seja num Show ou numa Ministração...pa
z.